Calendário

Outubro 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
28
29
30
31

Nova diretoria assume a Escola de Enfermagem com compromisso de mudança e participação

As professoras Sônia Maria Soares e Simone Cardoso Lisboa Pereira tomaram posse nos cargos de diretora e vice-diretora da Escola de Enfermagem da UFMG, respectivamente, na noite desta quarta-feira, 10 de outubro, para o mandato 2018-2022.

posse soniaSônia Soares, que foi vice-diretora na gestão 2014-2018, ressaltou que pela primeira vez na trajetória histórica a Escola de Enfermagem tem na direção representantes de dois dos seus cursos: Enfermagem e Nutrição. “É um momento de mudança na condução da Escola que, na maturidade dos seus 85 anos de existência, está lançando as suas bases para um futuro que promete ainda mais realizações. Trata-se de romper com crenças que desafiam o nosso futuro e nos encoraja a pensar uma Escola de Enfermagem na sua forte missão, nos seus propósitos que não são apenas da formação de enfermeiros, nutricionistas e gestores de serviços de saúde, mas, também, na sua responsabilidade social”.

A diretora ressaltou que a gestão com a professora Simone tem a missão de muita responsabilidade e compromisso para continuar lutando pela manutenção de uma universidade pública e autônoma, para que possam contribuir efetivamente para o progresso da sociedade brasileira, com a formação de profissionais de saúde com a extensão dos serviços à comunidade, com a produção e divulgação do conhecimento científico.

Sônia Soares fez um breve balanço do cenário atual e afirmou que ele exige sensibilidade para acolher toda diversidade com discussões de temas centrais que envolvam o processo da gestão acadêmica como: defesa da autonomia universitária, ações afirmativas, inclusão e acessibilidade, internacionalização, políticas de mobilidade acadêmica e de qualificação docente e técnico-administrativos em educação (TAEs), processo de trabalhos de TAEs, incluindo a jornada de 30 horas, sustentabilidade econômica, social e ambiental. “É tempo de refletir, discutir, participar, construir e agir. Apostamos que é possível uma Escola de Enfermagem capaz de agregar pessoas em prol de um ambiente colaborativo e menos competitivo, para efetividade das ações no âmbito dos diferentes segmentos da nossa comunidade”, pontuou.

Excelência no ensino
Em seu discurso de despedida como diretora, a professora Eliane Marina Palhares Guimarães, enfatizou que a Escola de Enfermagem, nos seus 85 anos de existência, sempre foi reconhecida pela formação de profissionais de excelência no âmbito nacional e internacional, fruto da conjunção de esforços individuais e coletivos de todos que nela atuam. “Recentemente, este reconhecimento foi expresso no resultado da avaliação do Ranking das Universidades Federais, que concedeu ao curso de Enfermagem o primeiro lugar e, ao curso de Nutrição, o quarto lugar no cenário nacional. É pertinente citar ainda a avaliação realizada pelo Ministério da Educação (MEC), que concedeu nota máxima aos cursos de Enfermagem, Nutrição e Gestão de Serviços de Saúde. Nos orgulhamos de ao findar nosso mandato podermos comemorar com toda comunidade acadêmica os frutos de um trabalho conjunto e articulado, que contribuiu para que a nossa UFMG fosse classificada com uma das melhores universidades do Brasil”.

Eliane Palhares discursoEliane pontuou, ainda, que no conjunto de ações, a Escola sempre manteve a tradição extensionista, sendo a Unidade que proporcionalmente ao número de docentes, é a que mantém o maior número de projetos de extensão em desenvolvimento na universidade. No que se refere à produção de conhecimento científico, a Escola mostrou crescimento efetivo dos projetos de intervenção e de pesquisa, com expressiva resposta às demandas sociais.

“O exercício da diretoria nos mostrou que é primordial exercer o papel de catalizador e mediador das necessidades do conjunto dos docentes, discentes e técnico-administrativos, em uma conjuntura de desafios às Instituições Federais de Ensino Superior. Desafios que devem ser enfrentados com a integração do esforço institucional, com autonomia e responsabilidade, tendo como diretriz a interdependência funcional da instituição nas suas inúmeras dimensões”, finalizou.

Os professores Selme Silqueira de Matos e Sérgio William Viana Peixoto fizeram discursos de homenagem às ex-diretoras e às atuais.

Cooperação e dedicação
Em seu pronunciamento, a reitora da Universidade Federal de Minas Gerais Sandra Regina Goulart Almeida destacou que reconhece nas professoras Eliane e Sônia os melhores traços da tradição de gestão. “O espírito de cooperação, a dedicação incondicional à instituição e o comprometimento com os ideais mais nobres da nossa UFMG, o empenho para ajudar a formular soluções para tantos dilemas de dimensão institucional, tudo isso temperado com a necessária reflexão crítica, a atenção aos anseios de uma coletividade, o respeito e na condução da coisa pública conjugada à firmeza de atuação. Um equilíbrio intricado que essas duas guerreiras souberam construir com a maestria que lhes é característica”, enfatizou.

Sandra Goulart reitoraSandra Goulart desejou êxito para as novas diretoras e se colocou à disposição, juntamente com o vice-reitor, professor Alessandro Fernandes Moreira, para apoiar ações que deem cada vez mais relevância ao belo trabalho realizado na Escola de Enfermagem. “Unidas seremos mais fortes e mais bem preparadas para a incansável luta pela universidade pública, gratuita, de qualidade, referência para o nosso país e de relevância para nossa sociedade”.

Por fim, a reitora da UFMG mencionou o atual momento de grave crise institucional que, segundo ela, tem atingido amplos grupos sociais e instituições públicas estratégicas para a vida do país. “A UFMG tem se colocado firmemente contra atitudes autoritárias e despropositadas. Estamos atentas e engajadas na defesa da universidade pública, do Sistema Único de Saúde, do investimento contínuo na educação,saúde. Ciência, tecnologia e cultura e na construção de políticas de Estado, sustentáveis e sustentadas, que preservem o importante legado histórico e científico do país.

Trajetórias
Sônia Maria Soares é graduada em Enfermagem com doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (2000) com bolsa Sandwhich da Kellog´s Foundation na University of Califórnia, San Francisco (USA, 1997-1998). Pós-Doutorado na New York University, College of Nursing, em 2013. Coordenadora da Divisão de Pós-Graduação da Diretoria de Ensino, Pesquisa e Extensão do Hospital das Clínicas (2001-2002). Coordenadora acadêmica do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação da EEUFMG (2004-2006) e docente permanente com credenciamento pleno para orientação de mestrado e doutorado na linha de pesquisa: Cuidar em Saúde e na Enfermagem. Representante da UFMG no Conselho Municipal do Idoso (2008-2013). Membro da Rede Del Adulto Mayor da América Latina/OMS desde 2012. Coordenadora do Projeto Pró-Saúde (2008-2012). Vice-coordenadora do Colegiado de Pós-Graduação da EEUFMG (2010-2011). Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cuidado e Desenvolvimento Humano. Realiza pesquisas e coordena projetos com ênfase em Saúde do Adulto e do Idoso; Envelhecimento e Qualidade de Vida; Cuidado em Saúde e na Enfermagem. Membro de conselho editorial da REME e revisora de periódicos de enfermagem nacionais e internacionais. Vice-Diretora da Escola de Enfermagem da UFMG ( 2014-2018). Membro do Conselho Universitário da UFMG, Conselho de Diretores, Conselho Diretor do Hospital das Clínicas da UFMG, Comissão do Campus Saúde( 2014-2018).

Professora Simone Cardoso Lisboa Pereira é nutricionista com mestrado e doutorado em Microbiologia pela Universidade Federal de Viçosa (1997 e 2001). Professora associada da Universidade Federal de Minas Gerais- Curso de Nutrição, lotada no Departamento de Enfermagem Aplicada (ENA), 2008 a 2012 e no Departamento de Nutrição, desde 2013. Coordena e participa de projetos de pesquisa e extensão nas áreas de Alimentação Coletiva e Saúde Coletiva. Foi subchefe do Departamento Enfermagem Aplicada de 2008 a 2012. Chefe do Departamento de Nutrição de 2015 a 2018. Membro titular e suplente do Colegiado de Nutrição, membro do núcleo Docente Estruturante do Curso de Nutrição e Câmara do Departamento de Nutrição, em diferentes períodos. Líder do Grupo de estudo, pesquisa e práticas em educação, alimentação e nutrição-GEAN. Professora colaboradora do Mestrado em Nutrição e Saúde e professora permanente do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional (PROFBIO). Autora de artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais, capítulos de livros e produtos de extensão (material audiovisual, monografias, dissertações, trabalho em evento, artigos científicos). Participa como membro efetivo de bancas de dissertação de mestrado, processos seletivos de concurso público e mestrado. Orienta alunos de graduação em de trabalhos de conclusão de curso e de pós-graduação, nível mestrado. Orientação de alunos bolsistas dos programas PBEXT, Bolsa FUMP, PIBIC, PROBIC, PRONOTURNO, BIC Junior e PROVOC. Revisora de periódicos nacionais.