Calendário

Junho 2021
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom

Dia Internacional do Enfermeiro é marcado por exposição fotográfica sobre expressões do cuidado de enfermagem

Dia Mundial do Enfermeiro 3Cuidado, Promoção da vida, Compromisso, Prática social, Resistência, Força e Tradição. Tudo isso está retratado na exposição virtual “Expressões do cuidado de enfermagem”, que marca o Dia Internacional do Enfermeiro, celebrado nesta quarta-feira, 12 de maio. Promovida pela Escola de Enfermagem da UFMG, a exposição é composta por fotos produzidas pelo egresso dos cursos de graduação, mestrado e doutorado em Enfermagem, Lucas Henrique Lobato de Araújo, enfermeiro do Hospital das Clínicas da UFMG, e um resgate histórico do Centro de Memória da EEUFMG. Confira aqui.

A diretora da Escola de Enfermagem da UFMG, Sônia Maria Soares, enfatiza a importância dessa exposição. “A enfermagem foi muito desafiada durante esta pandemia e de forma incansável tem lutado pela preservação da vida. Em diferentes espaços entregou-se no seu fazer com compromisso e responsabilidade. Portanto, o registro fotográfico desvela a sensibilidade desse cuidado, o gestual atento e acima de tudo a alma e a essência da nossa profissão. Acredito, portanto, que a exposição traz para todas nós o universo de signos e significados que afloram os nossos sentimentos e percepções. É uma homenagem a todos profissionais enfermeiros desse país”.

O enfermeiro Lucas Lobato ressalta que a exposição dessas fotos é basal para que possamos refletir, por meio de imagens que se eternizam, as diferentes maneiras de como a Enfermagem produz encontros durante seu cuidado. “As fotos almejam representar o acontecimento do cuidado da Enfermagem. Capta momentos que, no cotidiano, podem passar despercebidos mas, em sua essência, são capazes de impactar positivamente na recuperação e promoção da saúde do paciente. É um momento, tão rápido quanto um piscar de olhos, mas que podem profundamente mudar todo um processo de cuidado e recuperação”.

A enfermeira e subcoordenadora do Centro de Memória da Escola de Enfermagem, professora Fernanda Batista Oliveira Santos, destaca que as fotos do acervo da Escola de Enfermagem Carlos Chagas, atual EEUFMG, retratam a forma singular como a enfermagem vem alicerçando a sua profissionalização, pautada em valores indeléveis humanitários e atenta a incorporação das melhores evidências para o cuidado. “Uma Escola de quase 90 anos, como a nossa, tem uma trajetória de tradição no ensino, na pesquisa e na parceria desta construção histórica com a sociedade”, destaca.