Calendário

Fevereiro 2023
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Aplicativo para tratamento da incontinência urinária pós cirurgia de câncer de próstata ganha prêmio internacional

O trabalho “Aplicativo móvel para tratamento da incontinência urinária pós-prostatectomia radical”, fruto da pesquisa de mestrado da enfermeira Fabrícia Eduarda Baia Estevam, no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da UFMG, recebeu o Prêmio Inovação Engenharia Biomédica para o SUS e para América Latina, da Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica e a Boston Scientific, com o apoio do Ministério da Saúde e do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações.

IUProstA pesquisa, orientada pela professora Luciana Regina Ferreira Pereira da Mata, do Departamento de Enfermagem Básica da EEUFMG, teve como objetivo desenvolver e avaliar a qualidade do aplicativo IUProst desenvolvido para apoiar e auxiliar no tratamento de homens que apresentam incontinência urinária (IU) após a cirurgia de prostatectomia radical, principal tratamento para o câncer de próstata localizado. “O aplicativo, que contém informações e dicas para cuidar da saúde de forma interativa, foi desenvolvido por meio de uma parceria entre pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais e da Universidade Federal de Goiás. Nosso objetivo é promover a melhoria da qualidade de vida, facilitar o acesso a informações para a promoção do autocuidado relacionado ao controle da IU. Com o IUProst é possível realizar exercícios da musculatura pélvica, ficar por dentro de informações sobre a cirurgia, assistir a relatos de homens que realizaram o tratamento com sucesso, assistir a vídeos explicativos sobre como fazer os exercícios corretamente e a reconhecer hábitos de vida saudáveis que auxiliam no controle da IU”, explicou a professora Luciana da Mata. A enfermeira e egressa da EEUFMG, Adriana Ferreira Machado, também participou do estudo.

A pesquisadora Fabrícia Estevam explica que a escolha do nome “IUProst” foi por meio da junção entre a sigla “IU” de Incontinência Urinária e “Prost” remetendo à palavra “próstata” e “prostatectomia”. A logomarca é baseada nos elementos: uma mão que remete a personificação de ajuda, proteção e cuidado. Ao centro tem-se o desenho de uma gota como representatividade da IU e, sobreposto a ela, um desenho de um elemento remetendo à população masculina. “A cor principal do aplicativo é o azul devido à campanha do novembro azul, destinada à conscientização da população sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata e saúde do homem”, relata.

O menu principal do aplicativo apresenta oito funcionalidades: “Sobre o IUProst”, “Meu diário miccional”, “Meu tratamento”, “Meus Exercícios”, “Minhas conquistas”, “Fale com o profissional”, “Configurações e ajustes”, “Experiência do paciente”. Na barra inferior é possível ter acesso rápido e fácil através de botões para as funcionalidades mais relevantes do aplicativo: “Meu diário miccional”, “Meus Exercícios,”e “Meu Perfil”. Há também o botão para "Início" que redireciona o usuário para o Menu principal.

IUProst Luciana e FabriciaA professora Luciana enfatiza que o uso dessa ferramenta permite que o usuário tenha acesso sem limitação de tempo e espaço a orientações de autocuidado e de autoconhecimento sobre a sua condição de saúde relacionada à IU, além de permitir o contato com os profissionais de saúde. “O IUProst é uma ferramenta tecnológica pensada e desenvolvida por pesquisadores para ser uma estratégia adicional ao tratamento. O aplicativo não substitui o atendimento por profissionais especialistas, nem mesmo a necessidade de encontros presenciais indispensáveis para auxílio no reconhecimento da musculatura pélvica e no monitoramento da evolução do paciente e doença. Ademais, destaca-se a importância do acompanhamento do paciente, incluindo a sua avaliação presencial pelo profissional durante o tratamento da IUPPR”.

“Importante ressaltar a Enfermagem enquanto uma ciência em construção pela qual se consolida como transformadora, inovadora e tecnológica. Nesta perspectiva, é imprescindível que o enfermeiro se apoie em tecnologias que visem à prática avançada e se aproprie dessas ferramentas como aliadas na prestação do cuidado e no estímulo ao autocuidado do paciente”, conclui Fabrícia.

No momento, o aplicativo está disponível para o sistema operacional Android (pode ser baixado por meio do Google Play), e em perspectivas futuras, o acesso será disponibilizado também para o sistema operacional IOS.

O prêmio
O Prêmio de Inovação em Engenharia Biomédica para o SUS tem como objetivo reconhecer e premiar trabalhos técnico-científicos na área da Engenharia Biomédica, com temática relacionada a soluções para o sistema público de saúde, propondo soluções práticas para os problemas enfrentados pelo Sistema Único de Saúde.

O concurso avaliou artigos científicos preparados a partir das categorias: Relato de Experiência, Trabalho Científico; Trabalho de Conclusão de Curso – TCC; Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado.

Os trabalhos vencedores foram premiados com: 1 viagem com despesas pagas a um dos centros de Pesquisa e Desenvolvimento da Boston Scientific Corporation na Costa Rica; 1 troféu com o nome do autor principal e todos os coautores do trabalho e certificados de reconhecimento para o autor principal e todos os coautores do trabalho.A pesquisadora Fabrícia Estevam receberá o prêmio na Costa Rica em solenidade que será realizada no dia 11 de novembro.