Calendário

Fevereiro 2023
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Campi Saúde e Pampulha terão vacinação contra meningite C

vacinação meningiteNas duas próximas semanas, a Escola de Enfermagem da UFMG vai promover, em parceria com a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte, uma campanha de vacinação contra a meningite C para professores, estudantes, profissionais de saúde, servidores técnico-administrativos, funcionários terceirizados acima de 16 anos e população em geral de 16 a 30 anos.

No campus Saúde, as doses serão aplicadas nos dias 5, 6 e 7 de dezembro, das 8h às 17h, no primeiro andar da Escola de Enfermagem (Avenida Alfredo Balena, 190). No campus Pampulha, a vacinação ocorrerá na Praça de Serviços, nos dias 12 e 13 de dezembro, das 8h às 17h. O interessado deve apresentar cartão de vacina e documento de identidade para que a situação vacinal seja verificada pelos profissionais. Nos dias dos jogos da seleção brasileira de futebol, a vacinação acontecerá até as 12h.

A coordenadora da campanha, professora Sheila Aparecida Ferreira Lachtim, explica que há vários agentes etiológicos que podem causar meningite, e para alguns, existem vacinas. “É uma doença que acomete todas as faixas etárias, sendo que os jovens de 10 a 29 anos são os principais portadores do agente etiológico, ou seja, podem ser hospedeiros da bactéria; as crianças menores de 5 anos, por sua vez, são as mais acometidas”, explica.

Incidência, sequelas e sintomas
No Brasil, cerca de três mil pessoas adoecem todos os anos, e, em Belo Horizonte, a incidência da doença chega a 8/100 mil pessoas. “É uma enfermidade grave que está entre as 10 principais causas de morte entre as doenças transmissíveis. Ela também pode deixar sequelas neurológicas. Os principais sinais e sintomas são febre, cefaleia, vômitos, rigidez na nuca, sonolência, torpor, prostração, mal-estar geral e convulsão”, enumera a professora Sheila Lachtim.

Levantamento mais atualizado da Secretaria de Saúde de Belo Horizonte apurado até 24 de outubro mostra que, em 2022, houve 119 notificações da doença, com 82 casos confirmados.